sexta-feira, 10 de março de 2017

... continuando o nosso caminho todos juntos.

Nas aulas de Programação

Os "pequenos informáticos" vão continuando a aprender muitas coisas novas nas aulas de Programação. Nas últimas aulas fizemos trabalhos com desenhos animados programados por cada um de nós. Foi muito divertido ver os desenhos criados por cada um ou copiados do computador e fazer com que eles andem, dancem, falem,... E as aulas vão continuar com muito interesse e empenho.


(em breve)


`Descoberta de Leiria"

No dia 10 de março, os alunos do 3º ano foram passar um dia a Leiria e conhecer sítios novos. Começámos por visitar o Moinho do Papel que fica situado a norte da cidade na margem esquerda do Rio Lis, junto a uma das entradas da cidade. É um espaço recuperado e reabilitado pelo arquiteto Siza Vieira e está ligado ao processo tradicional de produção de papel e da moagem de cereais. Adorámos ver como se transformam os cereais em farinha com estruturas dos antigos rodízios que submergem no edifício recuperado com grandes azenhas movidas pela força da água do rio Lis. 
Ouvimos a história do Moinho de Papel construído no ano de 1411, um dos primeiros na Península Ibérica e da instalaçã na zona histórica da cidade da primeira tipografia. Depois vimos como se transformam trapos velhos de algodão em papel reciclado sempre com a ajuda da força hidráulica. 














Depois do lanche, fomos conhecer o Museu de Leiria situado nas instalações do antigo Convento de Santo Agostinho e  está organizado em dois espaços onde se apresenta o património histórico e arqueológico da região de Leiria desde o tempo em que Leiria era ainda um mar, passando pelos achados do Menino do Lapedo, a vila romana de Collippo, o Pinhal de Leiria e finalmente um espaço dedicado à arte sacra com pinturas, esculturas e outros achados arqueológicos. No final vimos um filme relacionado com o museu.











Da parte da tarde, fomos visitar o Museu escolar de Marrazes onde conhecemos a escola primária através dos tempos. Vimos como era uma sala de aulas do tempo do antigo regime com as carteiras em madeira, os tinteiros, os mata-borrão, as ardósias e os ponteiros (os tabletes desse tempo), as caixas métricas, os mapas e outros materiais pedagógicos, as palmatórias e as "orelhas de burro", os livros dos nossos avós e bisavós, os brinquedos dessa altura e escrevemos nos "tabletes de ardósia".
Foi muito divertido assistir no final a um filme sobre o museu realizado com desenhos de alunos do norte de Portugal que fizeram uma visita de estudo a este interessante museu. Foi um dia bem passado em Leiria.













Concursos de matemática: 
Desafios (4º ano) e Canguru matemático sem fronteiras 2017 (2º, 3º e 4 anos)


E os concursos de matemática estão a começar. No dia 15 de março foi a vez dos alunos do 4º ano mostrarem o que sabem de matemática com os Desafios organizados pela ESESC de Leiria. No dia 17 vamos todos participar no Canguru matemático sem fronteiras 2017 organizado pelo Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra com o apoio da Sociedade Portuguesa de MatemáticaO Concurso "Canguru Matemático" contribui para a popularização e promoção da matemática nos jovens alunos.


"Roteiro dos pequenos condutores"
No dia 16 de março a turma CA2 (2º e 3º anos) participou no projeto da Câmara Municipal de Leiria "Roteiro dos pequenos condutores" e fomos à Ortigosa conhecer os Bombeiros Voluntários daquela localidade. Vimos a sala de comando onde são recebidas todas as chamadas de urgência quer de acidentes, fogos ou outras situações, conhecemos o interior e como funciona uma ambulância, um carro de desencarceramento, vimos o campo de treino dos bombeiros e dos cães, apagámos um fogo com uma agulheta dum carro dos bombeiros e, para terminar em beleza, viajámos dentro dum carro como se fosse num incêndio a sério. Até nem faltou a sirene a tocar. Foi muito bom conhecer e "fazer" de bombeiro por uns minutos pois ficámos a compreender a importância destes valentes "heróis" que nos podem salvar a vida.








Depois fomos conhecer a "Escola de trânsito de Leiria", uma cidade em miniatura com ruas, avenidas, parques de estacionamento, sinais de trânsito, semáforos, peões e... bicicletas a sério e carrinhos a pedais. Foi só colocar os capacetes e os coletes refletores e viajar como pequenos condutores. Aprendemos a andar na estrada em segurança, mudar de direção nos cruzamentos, contornar rotundas, parar nos semáforos e nas passadeiras, respeitar os sinais de trânsito das placas e os desenhados na estrada. Ainda fizemos algumas asneiras a conduzir, não respeitámos todos os sinais e regras de trânsito, ainda tivemos alguns acidentes (a brincar) mas foi bom aprender e compreender o que é um peão e, principalmente, como é difícil ser condutor. Agora já podemos ajudar o pai e a mãe quando vão a conduzir o carro e alertar para os perigos na estrada. E até tivemos direito a uma "carta de condução". Foi uma tarde divertida...








(em atualização permanente...)
apacetes

Sem comentários:

Enviar um comentário